Beto Carrero

2 dias no Beto Carrero com criança pequena


Saímos de avião do Rio de Janeiro com destino ao aeroporto de Navegantes em um sábado às 7 da manhã. O vôo durou mais ou menos 1 hora e 20 minutos. O aeroporto fica à 8 km do Beto Carrero.

Fomos no final de semana do dia das mães no mês de maio de 2015.

Pegamos um táxi no aeroporto e fomos direto para o parque. Custou R$ 50. Lá não utilizam taxímetro, então já acerte o valor antecipadamente com o taxista. Eles costumam já oferecer o retorno mais barato.

Compramos os ingressos do parque antecipadamente pela internet. As bilheterias estavam bem cheias. No mês de maio houve a promoção que mãe com filho pagante não pagava ingresso. Crianças até 4 anos não pagam ingresso.

O parque fica aberto de 9h até 19h.

Há uma praça de alimentação coberta próximo a entrada do parque. Há self service e lanches. No meio da praça há um carrossel bem bonito, estilo veneziano. Há pequenas lanchonetes espalhadas pelo parque também. Não há bebedouro. A água mineral 500ml custava 4 reais.

Não usamos guarda volumes (pago), pois como estávamos com carrinho de bebê, a mochila ficou pendurada nele. Aconselho o carrinho para os pequenos pois se anda muito e também para os cochilos.

Alguns brinquedos possuem filas longas. Fomos em todos os trenzinhos e em um carrinho que no final desce na água, o Raskapuska. Para os pequenos também tem brinquedão. Há uma área do parque para as crianças menores que os papais vão junto nos brinquedos sem problemas, como elefantes voadores, roda gigante, carrinho bate bate, etc. Não fomos em nenhum brinquedo radical. Ficávamos no máximo 20 minutos nas filas. Maio não é alta temporada.

Há vários banheiros e fraldários espalhados no parque. Mas não há microondas disponível. Para esquentar a mamadeira eu pedia nas lanchonetes.

Achei o zoológico bem legal. O pequeno amou. Tem os animais principais, os que eles mais gostam, como elefante, girafa, hipopótamo, zebra, leão e macacos, por exemplo. Por ele, ficava uma tarde inteira só por lá. Também tem um viveiro para andarmos dentro com aves soltas e peixes. Há um horário também para amamentar os cabritinhos (R$ 2,00), mas como coincidia com  horário de show, não fomos, acho que era 15h30.

Há também diversos cavalos no parque. O pequeno adorou chegar perto dos animais. Inclusive conhecemos o último Faísca do Beto Carrero.

Há diversos shows. Fomos em todos. Dividimos entre os dois dias. No primeiro vimos o Velozes e Curiosos (13h) e o Madagascar Circus (14h). Depois vimos o Sonho de Cowboy (18h). No segundo dia vimos Blum (15h) e almoçamos vendo Excalibur (12h). Há também uma parada com os personagens principais às 17h nas ruas principais do parque.

O show Velozes e Furiosos fica em uma arquibancada, parte dos bancos no sol. Dura mais ou menos 40 minutos. Tem bastante fumaça, barulho e estouro durante a apresentação. Vi algumas crianças um pouco incomodadas, talvez com medo do barulho todo que os carros faziam. O cheiro também é bem forte. Em todo caso assisti com o pequeno de dois anos e meio e ele curtiu.

O show Sonho de Cowboy é um pouco longo, 1h30, mas vale a pena. O pequeno dormiu durante este show.

O almoço Excalibur custa R$ 50 por pessoa e inclui a comida e o show. A bebida é a parte. O almoço é drumet frito, batata, arroz, tiras de carne e legumes, o prato já vem pronto. O show apresenta briga e sangue falso, vimos algumas crianças ficarem impressionadas. Se tiver filho, avalie se realmente vale a pena e, caso resolva assistir, converse com ele antes sobre o que vai acontecer. O ingresso deste almoço pode ser comprado pelo televendas ou na entrada do parque. O show é sempre o mesmo, sendo assim almoçamos sábado na praça de alimentação e domingo almoçamos vendo o show. O almoço do pequeno foi grátis. O pequeno curtiu o show e almoçou sem grandes problemas, mas se ele fosse maior acho que não o levaria.

Ficamos hospedados em um hotel em Navegantes mesmo. Dava para ir a pé para o parque. À noite fomos para o hotel de táxi e de manhã, no domingo, fomos a pé para o parque. Não há muitas opções para jantar na cidade. Acabamos comendo pizza. Voltamos para o Rio de Janeiro no final do domingo.

No primeiro dia que fui estava sol. No segundo dia estava muito frio e chovendo. É bom ir preparado para mudanças climáticas.

Ficamos dois dias no parque, mas com criança pequena os passeios são mais lentos, já que há paradas para os lanchinhos, trocas de fralda, mamadeiras, cochilos... Acredito que para ser menos corrido, com criança pequena, teria que ser 3 dias. Durante dois shows, por exemplo, ele estava dormindo. Depende do foco de cada um no parque, para quem não curte os shows e quer só ficar nos brinquedos, até um dia pode ser suficiente.







Para saber mais sobre as atrações, horários e comprar os ingressos, acesse:
http://www.betocarrero.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário