México

Roteiro de 15 dias pelo México

Passamos as férias do final do ano de 2017 no México. Escolhemos passear pela Cidade do México, Puebla, Cancun, Tulum, Playa del Carmen, Valladodid e conhecer a pirâmide de Chichen Itza. Infelizmente tivemos de deixar Acapulco de fora do nosso roteiro, pois da Cidade do México até lá eram 4 horas de viagem de carro e, pelo que pesquisamos na Internet, vimos algumas notícias sobre ser uma viagem perigosa, por conta da violência e narcotráfico que há por lá.

Ir para o México com uma criança pequena foi super tranquilo. Nosso pequeno tinha 4 anos nesta viagem. Levamos o carrinho de bebê e levamos o assento de elevação para o carro dentro de uma mala. Como o voo da Cidade do México para Cancun era um voo doméstico, levamos apenas duas malas grandes e o carrinho, pois o carrinho neste voo doméstico contou como a bagagem do pequeno. Caso levássemos mais malas que isso, precisaríamos pagar taxa extra.

Clique aqui para saber como foi visitar o México no Dia dos Mortos!




O nosso voo para o México foi Avianca, indo por Bogotá e voltando por Lima. Por causa de Bogotá, tivemos que emitir os nossos certificados da Anvisa sobre a vacinação contra febre amarela. Não foi solicitado para a gente, mas percebi que alguns passageiros do voo para Bogotá foram escolhidos para mostrar o certificado. Na época, não era necessário deste certificado para entrar no México. Os voos tiveram entretenimento para todos e foram bem tranquilos, porém cansativos.

Para comer por lá foi um pouquinho mais complicado do que eu imaginava. Não ficamos em hotel com cozinha, então a opção foi sempre na rua. A comida por lá tem bastante molho e pimenta, que o pequeno realmente não curtiu. As opções então ficaram entre o KFC (frango, arroz e purê, detalhe em comer o frango sem talher, apenas há colheres de sorvete no KFC), VIPs (restaurante com sanduíches e pratos como peixe e pratos kids com legumes, há parquinho infantil), restaurantes de steak argentinos (carne bovina ou frango, purê, arroz, legumes...), Olive Garden (restaurante de massas que amamos) e até a praça de alimentação de supermercados tem opções legais, principalmente no Chedraui (massas, arroz, frango...).






Nós adoramos olhar os supermercados durante as nossas viagens, sempre encontramos coisas diferentes ou mais baratas por lá. No México, os principais supermercados é o Walmart, Chedraui e o Soriana. Apesar de não ser a mesma coisa dos EUA, o Walmart tem bastante coisa legal e bem barata. Compramos vários brinquedos Imaginext para o nosso pequeno muito mais barato que no Brasil, por exemplo. Por lá também é fácil achar para comprar o BabyBalm da Vick, que não é vendido no Brasil.



Apesar de ter lido muitos blogs alertando que o trânsito no México era caótico, optamos ficar de carro por conta da comodidade. Também li que o metrô por lá é bem cheio, então a única opção seria ficar andando de táxi, logo, seria melhor ficarmos de vez de carro. Ficamos de carro alugado tanto na Cidade do México, tanto em Cancun. Alugamos o carro pela Álamo e não tivemos problemas nem surpresas. Já deixamos alugado desde o Brasil, pelo site. Já reservamos os carros com os seguros. O aluguel de carro, de modo geral, foram bem baratos.

Não achamos o trânsito esta coisa toda que as pessoas costumam comentar. Geralmente saíamos no horário do rush e conseguíamos nos locomover até bem melhor que no Rio de Janeiro. Para quem está acostumado com o trânsito de SP e Rio, o trânsito da Cidade do México não é novidade. Por outro lado, a região de Cancun é praticamente sem trânsito, em compensação, fique muito atento aos limites de velocidade, pois a polícia está sempre por todo lado e pronta para aplicar multas e subornar os turistas.




Apesar de ter acontecido muitos terremotos na Cidade do México no segundo semestre de 2017, como já estávamos com a viagem marcada, não cancelamos e arriscamos. Toda a cidade estava atenta aos terremotos e, infelizmente, presenciamos muitas construções destruídas e muitas obras por conta dos problemas que a cidade enfrentou. O bairro Zona Rosa foi um dos mais atingidos no centro da Cidade do México, pelo que observamos.




O nosso roteiro por lá ficou dividido da seguinte forma:
(Para saber mais sobre os dias, basta clicar sobre o dia escolhido)

Clique aqui para saber como foi visitar o México no Dia dos Mortos!

Cidade do México:
1) Paseo de La Reforma, Zoológico, Bosque Chapultepec
2) Praça Zócalo, Templo Mayor, Colégio San Ildefonso, Café de Las Sirenas, Café Tacuba, Dulceria Celaya, Casa dos Azuleijos, Correio Nacional, Museu Nacional de Arte, Palácio de Belas Artes, Torre Latino Americana, Alameda Central, Monumento a La Revolucion, Ciudadela Mercado de Artesanias
3) Museu de Antropologia, Palacio de Chapultepec, Antara Fashion Hall, Aquário Inbursa, Parque de Diversões La Feria
4) Praça de Coyacan, Bazar Artesanias, Museu Frida Khalo, Parque de La Hormiga (Bosque Chapultepec), Museu de Cera, Museu Ripley
5) Plaza de Las 3 Culturas, Basílica de Guadalupe, Teotihuacan
6) Papalote Museu del Nino

Puebla:
7) Igreja Santa Maria de Tonantzintla, Zona Arqueológica de Cholula, Vulcão Popocatepetl, Vulcão Cuexcomate, Zócalo, Catedral de Puebla, Centro Cívico 5 de Mayo, Centro Comercial Angelopolis
8) Africam Safari

Tulum:
9) Crococun Zoo
10) Ruínas de Tulum, Playa del Carmen
11) Valladodid, Chichen Itza

Cancun:
12) Playa de Akumal, Cenote Azul
13) Playa Delfines, Playa Marlin, Shopping La Isla, Interactive Aquario Cancun, Captain Hook
14) Isla Mujeres
15) Voos de volta para casa


Nenhum comentário:

Postar um comentário