Colômbia

Resolvemos passar as férias de agosto de 2016 na Colômbia, fazendo um roteiro de 15 dias, entre Bogotá, Medellin e Cartagena das Índias. O pequeno tinha exatamente 3 anos e meio. O lugar foi escolhido porque queríamos conhecer mais um país da América do Sul e vimos que nele há diversas atividades Kids friendly.






Levamos o carrinho de bebê, alguns brinquedos, livros, roupas para muito frio (Bogotá), pouco frio (Medellín) e calor (Cartagena), com direito a roupa de praia, protetor solar, boné e chinelos. Foi uma mala difícil de fazer, pois acabamos precisando de roupas para diferentes estações na mesma viagem.

A voltagem do país é 110, mas a tomada é diferente. Não deixe de levar adaptadores.


Em Bogotá, a altitude pode incomodar um pouco. Vá preparado com remédios para dor de cabeça e enjôos. Sentimos um pouco de falta de ar nos primeiros dias. O pequeno não demonstrou nenhum incômodo.

Nos supermercados por aqui há alimentação infantil normalmente. O leite ninho se chama Klin. Há fraldas Pampers. Há bananas, maçã, morangos, mamão, melancias etc. Há comidinhas industrializadas, mas só encontrei doce. Deixei para comprar leite e outros itens para fazer vitamina para o pequeno aqui e não tive problemas. Fomos nos supermercados Exito e Jumbo.



Use protetor solar mesmo no frio. O pouco sol que aparece é suficiente para deixar a pele vermelha. Em um dia que saímos sem o protetor, pois estava 12° graus, o sol que abriu no decorrer do dia nos deixou com o rosto bem vermelho. Deixe o protetor solar e um repelente sempre na bolsa. Você pode precisar no decorrer do dia.

O táxi é barato. Só seja cauteloso, como em qualquer lugar, para pegar carros identificados como táxis. Resolvemos alugar carro por alguns dias, pela praticidade em andar com criança. Alugamos na Localiza, nos primeiros dias em Bogotá. Mas é possível ficar só de táxi. Usamos o Transporte público apenas em Medellín, que há metrô. Em Cartagena usamos apenas táxi. Em Bogotá tem ônibus, o chamado Transmilênio (lembra os ônibus de Curitiba). Porém sempre observamos os ônibus cheios, não tivemos coragem de encarar com o pequeno.

A moeda por aqui é o Peso Colombiano. Trocamos um pouco no próprio aeroporto e depois sacamos direto nos caixas eletrônicos Citibank, onde temos conta. Para comer, se preferir, há as redes conhecidas, como Subway, Domino's, Spoleto, Burguer King, KFC etc. Não é difícil achar pratos com frango (pollo), batatas (papas) e arroz ou macarrão. Às vezes, até feijão está incluído.

Há bastante policiais nas ruas, com e sem cachorros, principalmente em Bogotá. Pelo que percebi, é comum por aqui. O bom é que acaba nos passando uma sensação de segurança.

Na hora de organizar o roteiro, a ideia era não deixar Bogotá com os dias separados. Porém, para comprar as passagens para os voos internos, saiu mais barato fazendo desta forma. Organize o seu roteiro levando em conta o tempo perdido de deslocamento entre uma cidade e outra. Para os voos internos, compramos passagens Latam e Avianca,

Seguimos o seguinte roteiro:
Bogotá:
Dia 1 - Chegada na Colômbia
Dia 2 - Jardim Botânico, Museu de los Ninos, Parque Simon Bolivar e Parque de Diversões Salitre Mágico
Dia 3 - Parque Jaime Duque
Dia 4 - Catedral de Sal e Centro Comercial Fontanar (shopping)
Medellín:
Dia 1 - Saída de Bogotá e chegada em Medellín
Dia 2 - Parque Explora
Dia 3 - Jardim Botânico, Parque dos Desejos, Parque de Diversões Norte Medellín
Dia 4 - Plaza Bottero, Plaza das Luces e Zoológico Santa Fé
Dia 5 - Passeio no ônibus CityTour. Parque Pés Descalços, Museu da àgua, Pueblito Paisa e Shopping Santa Fé
Cartagena das Índias:
Dia 1 - Saída de Medellin e chegada em Cartagena. Bairro e praia de Bocagrande
Dia 2 - Cerro de La Popa e Castelo de San Felipe
Dia 3 - Cidade amuralhada
Bogotá:
Dia 5 - Voo de Cartagena para Bogotá, Museu do Oro
Dia 6 - La Candelaria
Dia 7 - Museu Nacional, Cerro Monserrate
Dia 8 - Parque Mundo de Aventuras e Shopping Centro Mayor.

Acabamos cortanto a visita a alguma praia do Caribe - em Cartagena das Índias -, pois o nosso pequeno teve febre no segundo dia que estávamos por lá e precisou ser medicado. Desta forma, preferimos evitar passeios de barco ou passeios longos de carro.

3 comentários:

  1. Estou indo pra Colômbia em agosto, onde ficarei 6 noites (chego em Bogotá no dia 11/08 à noite (20h) e volto no dia 17/08 de meio dia). Gostaria de sugestão de roteiro, considerando que terei 5 dias inteiros.
    Pensei inicialmente em ficar em Bogotá até o dia 14/08, partindo para Medellín à tarde, onde ficaria até o dia 16/08 à noite (ficando, portanto, 2 dias e uma manhã em Bogotá e 2 dias e uma noite em Medellin). É viável esse roteiro ou perderei muito tempo com os deslocamentos? Seria mais interessante ficar apenas em Bogotá, pra conhecer com mais calma as atrações da cidade? Meu receio é ficar tempo demais em Bogotá e não ter tanta coisa pra fazer…mas também tenho medo de ir pra Medellín e perder muito tempo com os percursos...
    Enfim, qual seria o roteiro que você sugeriria para mim, contando com 5 dias inteiros na Colômbia, sendo o voo de chegada e saída em Bogotá?
    Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marília.

      Infelizmente só vi o seu comentário agora, durante a sua viagem 😥

      Em todo caso, na minha opinião, como vc tem 5 dias para visitar a Colômbia, é melhor passar os 5 dias em Bogotá mesmo, conhecendo bem a capital. Ir a Medellín fará você perder muito tempo entre os deslocamentos.
      Teria que analisar se em Medellín para você há algo imperdível. Não fizemos o turismo pela história do Pablo Escobar, mas tem gente que curte e isso só tem em Medellín.

      Espero que esteja curtindo a sua viagem e que a Colômbia deixe boas lembranças.

      Obrigada! ☺

      Excluir