Bento Gonçalves (Serra Gaúcha)

Roteiro de 1 dia em Bento Gonçalves com criança

A cidade de Bento Gonçalves fica a mais ou menos 2 horas de carro de Gramado. Como estávamos hospedados em Gramado, fizemos um bate e volta de 1 dia. Caso você tenha mais tempo e interesse na região, aconselho pernoitar por lá.

Para saber mais sobre o nosso roteiro de 9 dias na Serra Gaúcha, acesse:
http://www.diariodopequenoviajante.com.br/p/serra-gaucha.html

Chegamos em Bento Gonçalves por volta de 9h30 da manhã. No pórtico da cidade você pode aproveitar para pegar mapas, escolher vinícolas pra visitar, pedir informações etc. Demos uma parada então para tirar fotos com o pórtico e ir no centro de informações. No centro, peguei o mapa para o Caminho de Pedras, principal região turística da cidade, e para a Vinícola Miolo.




O centro de Bento Gonçalves tem de tudo, inclusive um shopping. Claro que tudo proporcional a uma cidade do interior. O GPS funcionou tranquilamente na região. Os funcionários do centro de informações também explicam bem o caminho, se precisar.

Seguimos direto para o Caminho de Pedras, pois queríamos almoçar por lá. Este caminho fica na área rural de Bento Gonçalves e é todo sinalizado. É formado por diversos casarões antigos de pedra construídos por imigrantes italianos. Cada casa possui uma especialidade para o público. Há casa para o tricô e couro, outra para produção do mate do chimarrão, outra para vinho, outra para derivados da ovelha, outra para gastronomia, outra para tomate etc.













O ideal é, ao pegar o mapa no pórtico da cidade, já observar as casas de pedra que irá visitar e traçar um roteiro. As casas tem placas e números, portanto é fácil identificar. Todas ficam em uma única avenida. Seguimos o caminho de pedras até o final e depois começamos a voltar, parando em algumas casas. Realmente não paramos em todas. O caminho é lindo, com vista para muitas videiras, hortas, gramados, árvores e para as casas.

A maioria das casas cobram uma taxa de visitação, como 2 ou 3 reais. Há também explicações sobre o que é produzido naquela casa. Com o pequeno não dava para prestar muita atenção, mas é interessante.

Das casas que visitamos, recomendo a casa do Tomate, inclusive comprei molho para levar para casa, a do mate também foi bem interessante assim como a da ovelha. Esta última tinha a opção para amamentar os animais, mas o horário não servia para a gente.

Almoçamos em uma casa que oferecia lanches no andar de cima e comida italiana embaixo. Esta foi a nossa casa favorita, pois havia muito gramado e  parquinho na área externa. Há também um córrego passando no final do terreno, uma vista maravilhosa. Almoçamos nhoque, mas o pequeno não quis e acabou comendo comida Nestlé que eu havia levado. O nome é Casa Vanni e o numero é o 44. Quem estiver com criança vale a pena dar uma parada por lá.



Dali seguimos para a vinícola Miolo. A vinícola fica no Vale dos Vinhedos. Por lá há várias vinícolas que podem ser visitadas. Escolhemos a Miolo por ser a fabricante de um dos vinhos nacionais mais conhecidos. Fizemos a visita guiada. Dura em torno de 1h30min, visitando 3 espaços e com a degutação de 3 vinhos. Foi bem legal, principalmente passear pela área externa. Não fizemos a degustação, pois não bebemos bebida alcoolica, porém gostamos de conhecer sobre o fabricação. Lá também tem loja e há outras opções de visitação, como com degustação e com mini curso de degustação.







Na época, a visita guiada custou R$ 20,00 por pessoa. O nosso pequeno entrou gratuitamente. Verifique o site para informações atualizadas.
Fizemos toda a visita de carrinho de bebê.
As visita guiada ocorrem de Segunda à Sábado em vários horários: 09:00hs; 10:00hs; 11:00hs; 12:00hs; 13:00hs; 14:00hs; 15:00hs; 16:00hs; 16:30hs. Domingos às 10:30hs; 11:30hs; 12:00hs; 13:30hs; 14:30hs e 15:30hs. Fica na Estrada do Vinho, bem em frente ao Hotel & Spa doVinho, Autograph Collection.






Nenhum comentário:

Postar um comentário