terça-feira, 22 de novembro de 2016

Portugal - Dia 8 - Óbidos, Alcoçaba e Nazaré

Ficamos hospedados em Óbidos por duas noites, no hotel Louro. O hotel fica bem perto do portão para entrar em Óbidos, dá para ir a pé (é uma subida até o portão da vila). No hotel há uma área aberta e gramada, com vista para a cidadezinha, como um mirante.Também há piscina, estacionamento gratuito, mesinha com desenhos para colorir e alguns brinquedos na sala de TV. Estes detalhes para as crianças já foi um atrativo para o pequeno, que passou uma hora ali brincando. O hotel está bem novo, então recomendo para crianças alérgicas.

Após o café da manhã, seguimos a pé para a vila medieval. Há uma área de estacionamento na frente do portão principal, porém é pequena. Se estacionar por ali, verifique se há máquina para pagar estacionamento na sua área. Vi algumas máquinas desta por lá.
O nosso roteiro foi:

Óbidos:
1) Ruas de Óbidos
2) Igrejas
3) Muralha e Castelo

Alcoçaba:
1) Mosteiro e igreja de Alcoçaba (túmulos de D Pedro e Inês de Castro

Nazaré:
1) Mirante

A vila de Óbidos é bem pequena e é possível conhecê-la em uma manhã. Após passar o portão da cidadela (porta da vila), seguimos pela direita e demos a volta, passando pelo castelo no final e depois retornando pela rua da esquerda. Pela direita (rua do meio, não é a rua seguindo a muralha) há várias igrejas. Veja a matriz, igreja de Santa Maria.




Na rua da esquerda há várias lojas de lembrancinha. Muitas destas lojas vendem a Ginja de Óbidos, bebida alcoólica com cereja, tomada em um copinho de chocolate. É possível subir na muralha, a vista é maravilhosa lá de cima. São 2km andando pelas muralhas. Fique atento às escadas. Pode contornar a cidade por cima dos muros, mas não aconselho com criança, por ser perigoso. Subiamos, tirávamos fotos e já desciamos. Fomos caminhando até o castelo.



O castelo de Óbidos é uma pousada, então não já visitação Turística. Apenas tiramos fotos da parte externa. Já estavam arrumando a vila para as festividades de Natal, por isso há alguns trailers na foto do castelo. Ficamos umas duas horas ou um pouco mais passeando pela vila. Todo o caminho é de chão de pedra e, junto das igrejas, geralmente há escadas. Fizemos todo o passeio de carrinho sem grandes problemas.


Voltamos então para o hotel, pegamos o carro e seguimos para Alcoçaba. Foram mais ou menos 30 minutos até lá. No centro da cidade, próximo ao Mosteiro de Alcoçaba (nosso destino), há um grande estacionamento gratuito. Deixamos o carro ali, almoçamos e seguimos para o Mosteiro. O Mosteiro de Alcoçaba é grande, com visitação paga. Demos uma volta pelas praças que o cercam e seguimos para a igreja. A igreja é de entrada gratuita. No final da igreja estão os túmulos de D Pedro e Inês de Castro, história de amor famosa portuguesa. Este é realmente o ponto alto da cidade. Não deixe de ler sobre a história deles na internet antes de ir visitar esta igreja, pois é bem interessante. Não visitamos o Mosteiro, porque seria um passeio mais chato para fazer com o pequeno. Mas também deve ser um passeio bem legal para se fazer.




Seguimos então para o carro e fomos para Nazaré, cidade ao lado, a beira mar. Nazaré é famosa por suas ondas gigantes, inclusive está no Guinness Book, com surfistas em ondas de mais de 30 metros. O ponto alto de Nazaré é o mirante.

Coloque no gps a praça do Soberco, pois é lá que há o mirante. Estacionamos o carro na rua, nas proximidades. O estacionamento não foi pago. Esta praça é bem grande, com uma linda igreja, Nossa Senhora de Nazaré. O mirante é espetacular. Uma pequena capela junto do mirante apresenta a lenda da aparição de Nossa Senhora em um dia de forte neblina, avisando o penhasco para um homem que estava de cavalo, sem ver o final do chão. A capelinha é toda de azulejos por dentro.
Observe as tradicionais mulheres com 7 saias e meiões. Nazaré também é famosa pelo peixe. Se quiser, se organize para almoçar por ali. Já havíamos almoçado em Alcoçaba.




Andamos em direção ao farol, com vista para a outra praia. Porém não vimos ondas gigantes, apenas os surfistas. Não andamos até o farol, pois a caminhada era longa. Apenas observamos a vista de cima. Se quiser, vá de carro até a parte baixa para ver o paredão da falésia por baixo.
Na parte baixa, já no caminho para ir embora de Nazaré, paramos o carro em um parquinho infantil público, para o pequeno brincar um pouco. Depois retornamos para o hotel.



A noite fomos em um shopping na cidade ao lado para jantar, La Vie shopping, em Caldas da Rainha. Fica a uns 12 minutos de carro de Óbidos. Há um parquinho gratuito, em que o pequeno adorou ficar brincando com outras crianças. Aproveitei para visitar a Zara Kids, com preços bem melhores que o Brasil.

** Nazaré e Alcoçaba podem ser feitos no caminho para Coimbra ou Fátima, caso queira seguir viagem direto. Optamos por continuar hospedados em Óbidos neste dia, evitando muitas trocas de hotel. Só seguimos viagem para Coimbra no dia seguinte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário