quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Colômbia - Medellín - Dia 1

No quinto dia deixamos a capital do país para conhecer Medellín. A cidade, que já foi considerada a capital do crime na década de 80, hoje é uma das melhores cidades para se viver na América do Sul. A cidade ficou famosa por ser a cidade de Pablo Escobar.

Passamos a manhã no hotel de Bogotá então, descansando e arrumando as malas. Por volta de meio dia seguimos para o aeroporto, devolvemos o carro na Localiza e pegamos o nosso vôo LATAM, às 15h15. O processo de embarque foi bem tranquilo, nada diferente do Brasil. O voo durou 40 minutos. Há um pouco de turbulência, mas nada demais.

Como eu já havia pesquisado que no vôo há turbulência e depois o aeroporto fica numa Serra, achei melhor tomar remédio para enjôo e também dar ao pequeno antes de embarcar. Foi uma ótima decisão, pois havíamos acabado de almoçar.

Chegando no aeroporto, seguimos para os táxis. Noa empurraram para uns 3 carros, decido a quantidade de malas e um carrinho de bebê. Estávamos com 4 malas. Na saída de aeroporto, há um papel colado com os preços e as localizações. Para Medellin, por exemplo, custa 65000. Entretanto, é bom conferir ao entrar no táxi, pois o que pegamos queria nos cobrar a mais pelas malas.

A serra até a cidade é longa e com muitas curvas. O nosso táxi voava nas curvas. O pequeno ficou bastante incomodado. Ainda bem que eu tinha dado o remédio de enjôo. Felizmente, ele acabou dormindo. Até o hotel foram mais ou menos uns 40 minutos ou mais. Ainda pegou um trânsito pesado na cidade.

Geralmente as pessoas se hospedam no bairro Poblado, por causa do número de hotéis, restaurantes e vida noturna por lá. Porém não encontrei nenhum hotel legal na área do metrô. Escolhemos então ficar no hotel Sauces del Estádio, na Carrera 69. O hotel fica entre as estações Estádio e Suramericana, da linha B e próximo a um supermercado Jumbo e um Êxito, ambos com praça de alimentação e parquinho. A área do hotel é residencial, com aparência boa e tranquila. Há restaurantes e padarias pela área.

O hotel é bonito, tudo bem novo. Porém o quarto é muito pequeno. Ficar com criança e malas no quarto foi desconfortável. Como em Bogotá estávamos em apto, sentimos uma grande diferença em relação ao tamanho, O café da manhã não era self service. Eles tinham opções disponíveis que eles mesmos nos serviam. Nos dias com o hotel mais vazio, nós tínhamos que informar o que iríamos querer de café da manhã. O atendimento durante o café da manhã não foi dos melhores, não havia menu com as opções e ninguém sabia falar em inglês.

No primeiro dia por lá não fizemos nada demais, até pelo horário. Apenas demos uma volta no bairro e fomos na área do mercado Jumbo jantar.

Não vimos em Medellin tanto policiamento como vimos em Bogotá.


Nenhum comentário:

Postar um comentário