domingo, 14 de agosto de 2016

Colômbia - Medellín - Dia 4

No quarto dia em Medellín fomos conhecer o centro da cidade e o Jardim Zoológico.

Para isso pegamos novamente o metrô na estação Estádio, descemos na estação Santo Antônio e trocamos para a linha A. Depois descemos na primeira estação, Parque Berrio.

Ao descer a estação é só observar a enorme construção em cinza e preto, parecido com uma igreja. Desça na direção deste prédio. Se trata da praça Botelho, com diversas esculturas inspiradas nas pinturas do artista, famosas por serem obesas. Na mesma praça também há um museu.

Aproveite então para tirar fotos com as estátuas, se quiser, visite os museus. Apenas passeamos pela praça. O número de pessoas abordando para a venda de fotos e outras coisas por ali é grande.

Dali seguimos a rua por baixo da linha do metrô e depois entramos a direita, em uma rua de pedestres chamado Carabobo. O lugar é bem cheio, com muitas lojas, pessoas te abordando o tempo inteiro para vender n coisas... Lembra um pouco o nosso Saara no centro do Rio.

Se quiser almoçar pelo centro, recomendo a praça de alimentação do hotel Nutibara, em frente à Praça Botelho. Há diversas opções para o almoço e há banheiros no local. Neste hotel também é vendido o bilhete para o CityTour. Entretanto é possível comprar no dia que quiser, dentro do próprio ônibus.

Depois pegamos um táxi e fomos para o Zoológico de Santa Fé. Recomendo a ter sempre o destino escrito em um papel para mostrar  para o taxista, evitando enganos. Procuramos pegar táxi de pontos fixos na cidade, como os nossos pontos de táxi. O número de táxis na cidade é grande. As corridas de táxi da cidade até o zoológico e do zoológico até o hotel custaram menos de 10000 pesos cada.

O Zoológico não é muito grande, mas é uma excelente opção para os pequenos, principalmente em dias quentes, como o nosso. O ingresso custou 7000 para o pequeno e 12000 pesos para os adultos. Eles entregam um mapa na entrada que já mostra a sugestão de caminho a ser seguido. Há aves, ursos, leão, lhama, zebra, macacos, cobras etc.




Há esquilos pelo caminho. Algumas aves ficam soltas, como loros, pavões e araras. Há banheiros pelo caminho e barraquinhas vendendo bebida e comida. No final do passeio há um restaurante e parquinho para os pequenos (pago). Também há várias mesas disponíveis para piquenique. Não deixei de visitar se tiver tempo na cidade e estiver com crianças.

Para ir embora tivemos de chamar outro táxi. Fizemos sinal na entrada do zoo. O primeiro que parou, ao mostrarmos o endereço, disse não poderia levar. Nao entendemos muito bem o q ele disse. Pedimos então ajuda ao funcionário do estacionamento do zoológico. Ele informou que is taxistas não podem negar corridas. O próximo que parou nos levou para o hotel sem problemas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário