sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Belo Horizonte - Dia 7

Separamos este dia para levar o pequeno para passear no zoológico da cidade. Como o zoo do Rio de Janeiro foi fechado, confesso que estava um pouco ansiosa para levá-lo para ver os animais aqui, em BH. Quando li que o zoológico estava sem leão e girafa, confesso que já fiquei decepcionada, mas havia outros animais que também chamariam a atenção dele.

O roteiro deste dia foi:
1) Zoológico
2) Aquário
3) Jardim Japonês
4) Jardim Botânico
5) Restaurante Paladino
6) Mercado Central

Saímos cedo então, já que o zoológico fica junto do Jardim Botânico e do Aquário, usando o mesmo estacionamento. Ao chegar no zoo, pagamos R$ 10,00 pela entrada do carro, R$ 4,00 pelos ingressos dos adultos e o pequeno entrou de graça. Fomos em uma quinta-feira. Também recebemos o mapa do local. Confesso que já na entrada nos sentimos perdidos, pois não achamos um estacionamento "tradicional" para parar o carro.

Fomos seguindo então a rua, buscando o estacionamento, até perceberemos que já estávamos dentro do zoológico e que os recintos já estavam nas laterais. Pelas placas então concluímos que poderíamos ir estacionando pelo caminho. Então parávamos para ver alguns animais e depois continuávamos de carro e estacionávamos mais na frente.

Não sei como seria em um dia cheio, como um final de semana. Mas acredito que o carro teria que ficar estacionado em um lugar só e fazer o passeio todo a pé, que não seria muito simples, já que a distância é grande entre os recintos e há sobe e desce.


Começamos então pelo elefante, seguido do rinoceronte e zebra. Passamos depois pelas aves e hipopótamo. Depois fomos para o recinto dos répteis, onde as cobras fizeram sucesso com o pequeno. Os macacos também agradaram. Seguimos para ver o jacaré, o borboletário e os felinos. A gente deve ter trocado o carro de lugar umas 4 vezes. Havia outros recintos, mas ou estavam vazios ou o animal estava dormindo em algum canto. Dos felinos, por exemplo, só vimos a leoa.




O zoo estava com alguns setores em obra e a parte que visitamos passa a sensação de abandono, com muito mato alto e aranhas enormes para todo o lado.


Recomendo a visitação, porém, com algumas observações. O parque tem pontos positivos para quem quer ir curtir a natureza, caminhar bastante por entre as árvores, ver alguns animais... o passeio pode ser interessante. Como pontos negativos destaco o excesso de insetos (precisei encher o pequeno de repelente), o cuidado constante para não encostar nas aranhas (elas estão por toda parte, nem me imaginei indo ao banheiro de lá), o fato de não poder encostar nas grades para ver os animais, por causa do excesso de aranhas, os recintos "abandonados" que ficamos sem saber se tinha animal ou não (mas pelo estado imaginamos o local vazio), a falta de informações sobre os animais, as distâncias etc.

Acredito que para quem tem tempo na cidade e está com criança, é uma opção de passeio. Entretanto, com menos dias e com um roteiro mais apertado, eu optaria visitar o Vale Verde no lugar do Zoo, pode não ter muitos animais, mas possui uma estrutura bem melhor para ir com criança pequena.

Depois da área dos felinos, seguimos para o Aquário da Bacia do Rio São Francisco. O aquário fica dentro da área do Zoo. A entrada custa R$ 6, não importa o dia da semana. O pequeno não precisou pagar.


O Aquário não é muito grande, mas o pequeno curtiu bastante observar os peixes, principalmente os maiores. Tem banheiros, bebedouro e uma lojinha. Tem espaço para estacionar em frente.


Por último, passamos rapidamente pelo Jardim Japonês. Confesso que não o achei lindo. Mas agradável para um volta e algumas fotos.


O Jardim Botânico não é muito grande e fica ao lado do Jardim Japonês, com o passeio a pé. Não o visitamos. Como o pequeno já estava bem cansado e já estava na hora do almoço, partimos para um restaurante fora do zoo então. No zoológico há restaurante/lanchonete, mas não o visitamos.


Visite o site da Fundação Zoo-Botânica para verificar os preços e horários para o dia de sua visitação. No site também há o mesmo mapa que recebemos.
Endereço do Zoo/Aquário/Jardim Botânico:  Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8000 - Pampulha
Site: http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/comunidade.do?app=fundacaobotanica

Neste dia almoçamos no restaurante fazenda Paladino. Fica a uns 10 minutos de carro do Zoo. R$ 31,90 buffet liberado com sobremesa por pessoa, o pequeno não precisou pagar. Neste restaurante há muitos brinquedos no parquinho, mini zoo e outras atividades, como charrete, muro de escalada, tirolesa etc. O espaço é bem legal. Apenas o parquinho e mini zoo funcionam de segunda à sexta, as demais atividades só estão disponíveis aos finais de semana.
Endereço: Av. Gildo Macedo Lacerda, 300 - Braúnas, Belo Horizonte
Site: http://www.restaurantepaladino.com.br/




Em seguida fomos para o Mercado Central. Paramos no próprio estacionamento do mercado. O estacionamento custa R$ 10,00 a primeira hora e R$ 2,50 a mais a cada 15 minutos excedente. O mercado é enorme e nos perdemos pelos corredores facilmente. Há queijos, doce de leite, goiabada, frutas, especiarias, artesanato, animais vivos, brinquedos, pimentas, panelas etc.
Endereço:Av. Augusto de Lima, 744 - Centro, Belo Horizonte
Site: http://mercadocentral.com.br/ 



O mercado funciona de seg a sex de 7h às 18h, sábado e domingo funciona de 7h às 13h. O mercado é uma boa opção para comprar souvenirs, queijo, goiabada e doce de leite com mais facilidade, entretanto achei os preços praticados normais, nenhuma promoção. Comprei o queijo por R$ 17 reais o quilo, o doce de leite por R$ 16 reais o quilo e a goiabada por R$ 14 reais o quilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário