quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Belo Horizonte - Dia 05 / INHOTIM

INHOTIM é um museu/parque a céu aberto. Possui 110 hectares para visitação. Diversas galerias, obras de arte e destaques botânicos. Por ser aberto, observe a temperatura e se há possibilidade de chuva antes de ir. Em todo caso, há capa de chuva para vender na lojinha.

Fomos em uma quarta-feira, o único dia em que o ingresso é gratuito. A entrada custa R$ 25,00 terça e quinta, R$ 40 às sextas, sábados, domingos e feriados, às segundas o parque não abre e às quartas a entrada é gratuita. Crianças até 5 anos não pagam. O estacionamento é gratuito.
Demoramos mais ou menos 1 hora de carro de BH até este museu.

Na bilheteria eles também já vendem o ingresso com o deslocamento por carrinho de golfe. A princípio não achamos necessário utilizar este carrinho, mas quando pesquisamos mais sobre o parque e vimos as distâncias e o sobe e desce, achamos melhor para o pequeno. A maioria dos caminhos são calçados, mas há trechos sem calçamento. Ir com o carrinho de bebê não seria muito agradável. Quem tiver aquele carrinho de bebê pequeno, estilo guarda chuva, seria ótimo. A dobradinha carrinho de bebê e carrinho de golfe com certeza agradaria o pequeno. Os carrinhos de golfe não percorrem o parque todo, apenas os trechos com mais distância. No nosso caso, como teríamos apenas um dia para visitar o parque, achamos melhor até mesmo para agilizar as caminhadas. Há quem faça o passeio neste museu em 2 ou 4 dias (ver passaporte no site deles). O carrinho de golfe custa R$ 25 por pessoa. Até 5 anos é gratuito. Para pessoas que tem dificuldades motoras também é gratuito, com direito a um acompanhante. Ganhamos uma pulseirinha diferenciada então, pelo acesso ao carrinho de golfe.



Apesar de divulgar o acesso a internet na recepção, no dia da nossa visitação não estava funcionando. A internet 3G também não estava funcionando, então não conseguimos acessar as dicas que o próprio museu dá para quem vai com criança. Recomendo, portanto, que quem tem interesse já levar anotado. Você pode acessar as dicas de visitação com o pequeno aqui:
http://www.inhotim.org.br/blog/cinco-obras-para-curtir-com-criancas/

Após estacionar o carro então, siga para a recepção para adquirir a entrada e, se for usar, o carrinho de golfe. Junto da recepção há uma lojinha e bebedouro. Abasteça-se com água. Não se esqueça de pegar o mapa do parque, que é gratuito. Se quiser, já separe um tempo ali para marcar no mapa as galerias e obras que deseja visitar. Para não perder tempo, recomendo já levar de casa o seu mapa marcado, podendo acessá-lo aqui para download:
http://www.inhotim.org.br/visite/mapa-do-parque/

Observando o mapa, todo o caminho pontilhado é feito pelo carrinho de golfe. As paradas são sinalizadas com placas. Eles não param fora das paradas. As marcações com a letra A são obras espalhadas pelo Parque, com a letra G são galerias, com a letra J são jardins e com a letra B são destaques botânicos. Recomendo começar o passeio pelo setor laranja. Nas rotas laranja e roxa há carrinhos, a rota amarela é a pé.





Organize-se para estar perto de algum restaurante na hora do almoço. Para não ocupar muito tempo, levei a comida do pequeno congelada, caseira mesmo, e esquentei no microondas da cafeteria (no fraldário também há microondas). Enquanto isso só fizemos um lanche. Quem quiser, há dois restaurantes no mapa, o Tamboril é internacional e o outro é brasileiro e mais barato. Na cafeteria também vendia pão de queijo, R$ 3,00, para os pequenos lancharem. A água custa R$ 3,00, mas há vários bebedouros espalhados pelo Parque, assim como banheiros (ver marcações do mapa). O fraldário está marcado com o desenho de um carrinho. Segue abaixo uma foto do espaço do fraldário da rota amarela.


Não deixe de levar bonés, protetor solar, ir com roupas confortáveis e troca de roupa para os pequenos. Um repelente também pode ser necessário.

Como nós estávamos sem as dicas para as crianças do site, resolvemos ir seguindo pelo setor laranja, em seguida para o roxo e finalizar pelo amarelo. Tentamos agilizar o máximo possível, mas sem deixar de aproveitar o passeio. As galerias que o pequeno mais gostou foi a Cosmococa e o Galpão. Na Cosmococa há salas com chão de pula pula, com bexigas, com redes, com colchão e uma piscina, que você pode tomar banho. A galeria Galpão apresenta vários vídeos ao mesmo tempo, que o pequeno já achou ser desenho e se interessou. A obra Piscina também agradou muito, mas não entramos por estar muito sol. Entretanto, se estiver acompanhado por um pequeno e não planeja entrar para tomar banho na piscina, aconselho a já conversar com o pequeno. Foi bem difícil convencer o meu pequeno a sair de lá sem entrar na obra.


Entramos em quase todas as galerias. Apenas em uma precisamos aguardar na fila. Terminamos o passeio na beira do lago, da rota amarela. Diversas pessoas forram toalhas para descansar por lá.

De terça a sexta o parque funciona de 9h30 às 16h30. Sexta, sábado, domingo e feriado funciona de 9h30 às 17h30. Os carrinhos de golfe deixam de funcionar 30 minutos antes do fechamento, portanto, se organize para não ficar distante sem o carrinho. Por isso é interessante deixar a rota amarela por último, pois é a pé próximo à recepção/saída.

Há diversos funcionários do parque espalhados, que você pode tirar dúvidas sobre o mapa. Vi reclamações deles em alguns blogs, mas não tivemos nenhum problema em obter informações.

Algumas galerias não são interessantes para os pequenos, a G16 por exemplo é apenas para maiores de 18 anos, por conter pornografia. A G10 pede silêncio durante a visitação e em várias outras há obras que os pequenos não podem tocar ou se aproximar. Dependendo da galeria, portanto, a visitação era no colo.


Endereço do Museu INHOTIM: R. B, 20 - Centro, Brumadinho - MG
Site: http://www.inhotim.org.br/visite/

Nenhum comentário:

Postar um comentário