domingo, 25 de outubro de 2015

Viena com criança - Dia 1

Viena - Dia 1

Chegamos em Viena na hora do almoço. Foram 3 horas de viagem de trem, partindo de Budapeste. Em Viena não ficamos em hotel, alugamos um apartamento. Assim tínhamos uma mini cozinha. Deixamos a mala no apto e fomos conhecer a cidade.


Viena é uma cidade mais cara que Budapeste. O metrô custava 2,20 euros e para as crianças há um meio ingresso, no valor de 1,10 euro. Ou seja, até as viagens de metrô foram bem caras, pois fomos com o euro a R$ 4,50. Há tickets válidos por 24hs, 48hrs, 72hrs etc. Melhor avaliar se vale a pena comprar um ticket com maior duração. Tudo pode ser comprado diretamente nas máquinas nas estações. Mais uma vez não há catracas para passar os bilhetes do metrô, portanto, é só comprar, validar nas máquinas e guardar com você. Há seguranças espalhados que podem pedir para verificar os bilhetes, por isso não deixe de andar com eles.

Compramos os tickets de metrô, validamos nas máquinas na entrada da estação keplerplarz e pegamos o metrô da linha 1. Descemos na estação Praternest.

O roteiro deste primeiro dia foi o Parque Prater.

O parque possui uma grande área verde, inclusive com um ótimo parquinho para crianças, planetário, parque de diversões e, no período em que fomos, estava tendo uma festa de colonos.



O ideal é passar um dia inteiro por lá. Como só tínhamos uma tarde, passamos na festa dos colonos e seguimos direto para o Parque de Diversões. Esse parque de diversões possui mais de 250 anos e possui muitos brinquedos, alguns antigos, outros novos, alguns repetidos, outros bem diferentes e radicais.

O pequeno aproveitou bastante o parque de diversões. Os brinquedos possuem preços diferenciados e são pagos diretamente nos brinquedos. Ele andou em diversos carrinhos e até de cavalo. Há vários brinquedos radicais, para quem gosta. É possível passar um dia inteiro só por ali. O brinquedo mais famoso é uma roda gigante com cabines de trem de madeira, este brinquedo custava 9 euros a volta. O banheiro no parque era pago também. Há diversas lanchonetes e barraquinhas com guloseimas pelo parque.





Depois do parque de diversões, fomos direto para uma área de playground dentro ainda do parque Prater. Os brinquedos eram ótimos e bem diferentes das pracinhas brasileiras. Alguns eram estilo arvorismo e tiroleza. Também havia alguns brinquedos mais tradicionais. O pequeno amou.






Voltamos para o hotel quando já estava anoitecendo.

Aproveitamos a mini cozinha do apto, portanto passamos no mercado e compramos jantar e café da manhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário