domingo, 4 de outubro de 2015

Budapeste com criança - Dia 1

Como ficamos hospedados ao lado do Koki terminal, após o café da manhã no hotel, fomos comprar a passagem para Viena. Apesar da confusão sobre os trens para Viena devido à crise migratória, não encontramos problemas para comprar a passagem. Havia um guichê para venda internacional e a compra foi feita em inglês.

Dentro do próprio Koki terminal há acesso para o metrô. É a primeira estação da linha 3. Há elevadores. Então levamos o carrinho de bebê sem problemas.

O nosso roteiro do primeiro dia foi:

1- Parlamento Húngaro
2- Ilha Margarida
3- Memorial Sapatos dos Judeus
4- Ponte Correntes
5- Castelo de Buda
6- Igreja de Matias
7- Bastilha dos Pescadores

Pegamos o metrô na estação kispest, dentro do koki terminal e descemos em Deak Ferenc para trocar para a linha 2, descendo em Kossuth Lajos. Descemos exatamente ao lado do Parlamento. Tiramos fotos ao redor dele e seguimos para a Ilha Margarida

Fomos beirando o Rio Danúbio até chegar a ponte da Ilha Margarida. Fomos em um sábado e estava com bastante gente e alguns quiosques. O lugar é ótimo para crianças, muitos jardins, gramado, parquinhos, um chafariz que "dança" conforme a música, bicicletas para alugar etc. O pequeno correu e brincou de bola. Bola inflável que sempre carrego na bolsa.
O lanche da manhã do pequeno neste dia foi morangos (é possível comprar em qualquer mercado) e o almoço foi 2 milhos cozidos comprados na ilha.




Infelizmente não tínhamos muito tempo para ficar na ilha. Com criança, daria para ficar lá manhã inteira ou um dia inteiro.

De lá voltamos para frente do Parlamento e seguimos em direção à outra ponte, das Correntes. Paramos para tirar foto dos sapatos de metal na beira do Danúbio, representando os judeus que foram obrigados a se jogar no rio.


A ponte das Correntes lembra um pouco a ponte de Londres. De lá dá para tirar foto de diversas vistas da cidade, inclusive do Castelo de Buda.

O Castelo de Buda fica a 48 metros acima do Danúbio. Após atravessar a ponte, há um bondinho para subir. Não subimos porque decidimos não fazer a visitação. O pequeno não tem muita paciência para uma visitação deste tipo... Apenas tiramos fotos do Castelo.


Seguimos então pela margem do Danúbio na direção do Parlamento novamente. O objetivo era avistar o Parlamento todo do outro lado do Danúbio para conseguir tirar uma foto dele de frente. Após as fotos, seguimos para a esquerda e começamos a subir algumas ruas e escadas.


Chegamos na Bastilha dos Pescadores e mais acima na Igreja Matias. A vista da cidade dali é maravilhosa. Neste momento já estávamos vendo o pôr do sol e as luzes do Parlamento já estavam acendendo. A igreja é do século 13. Em volta há algumas lojinhas com souvenirs.



Descemos novamente e voltamos para o metrô. Desta vez na estação Batthyany, da linha 2, do lado oposto do Parlamento. Em frente há um supermercado Spar. Fizemos o mesmo caminho para voltar, descemos na Deak Ferenc, trocamos para a linha 3 e descemos na última estação, kispest.


Fomos ao shopping jantar 21h30 e apesar de ser um sábado, a praça de alimentação já estava fechada. Tivemos que pedir para a recepcionista do hotel pedir uma pizza para a gente, que também por sinal estava ruim. Neste dia o pequeno jantou comida industrializada que levei do Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário